quinta-feira, 5 de novembro de 2009

antes de dormir

Por mais que os problemas existam é difícil falar a palavra fim. É estranho. E às vezes fica só o silêncio querendo dizer algo, querendo explicar o que aconteceu, ou o que faltou acontecer.
A gente luta. Lutamos contra nós, contra o mundo, lutamos contra qualquer medo que possa parecer maior que o amor.
O que resta aqui é vazio, é silêncio, é falta.
É o que resta. E o que dói também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário