sexta-feira, 19 de junho de 2009

Olhar você e não saber

Ontem fui até a praia, sentei na areia e fiquei horas vendo o mar, vendo o infinito acabar no horizonte.
O engraçado é que falta algo, minha vida está desorganizada demais para eu perceber o que está acontecendo. Podia estar feliz, mas não. Vivo preocupado com coisas que não deveria.

Recomeçar uma nova história em uma nova cidade, longe da família, dos amigos e agora também longe do namorado. A gente tem que gostar do trabalho que faz? Eu tenho que acertar sempre? Tenho que ser maduro sempre? Continuar? Desistir? Chorar.

Como um amigo meu me disse ontem, eu tenho a vida inteira pra ser adulto, será que não deveria levar as coisas mais de leve hoje?

A verdade é que eu quero tanta coisa que me perco dentro de mim. Preciso me organizar, me desconstruir para descobrir o que falta nesse estranho quebra cabeça chamado Daniel.

"Não tente me fazer feliz, eu sei que o amor é bom demais, mas doí demais sentir"


5 comentários:

  1. Dói sim... mas não se sente! :-)

    ResponderExcluir
  2. ... pelo menos segundo o "Renato Russo". :-)

    ResponderExcluir
  3. Mantenha os amigos perto e os inimigos mais perto ainda! ;-)

    ResponderExcluir
  4. Aiai.. a vida não é pra amadores mesmo, não é? Pô tô aqui hein, pertinho. Qualquer coisa grita. Abç!

    ResponderExcluir
  5. Bom te ler novamente!
    E dói sim... e como!
    Bjos
    Ly

    ResponderExcluir